quinta-feira, 17 de maio de 2012

O Homem Que Falou A Verdade

A dominação mental estava mais que presente
E só uns poucos, é que ainda se preocupavam.
Como as coisas tomavam direcção, certamente
Enquanto os outros em receio, se conformavam.

Com falsas visões furiosamente implantadas,
Pela ignorância ignóbil e pela miserável tirania.
Que corrompe bocas desonestas e desgraçadas,
Para recitarem os cantos ímpios da hipocrisia.

Mas houve um homem que das sombras surgiu,
Erguendo a sua voz sem medo, sem repressão.
Ruindo com o castelo de mentiras, que assim caiu
Libertando os outros, das correntes da opressão.

Sendo a faísca da revolução que tomou de novo
Consciência de todos os direitos da humanidade.
Sendo o mais bravo, a ponta da espada do povo,
Dizendo o que outro homem, nunca disse na verdade

"São necessárias várias mentiras para me prender
Embora uma verdade apenas, para me libertar
E para todos aqueles que me ousarem corromper
Eu manter-me-ei verdadeiro, custe o que custar!"

E a verdade crua e nua... Causou um motim.

Blackiezato Ravenspawn

1 comentário:

  1. O problema é que o Homem que fale a verdade é a chacota da zona...

    ResponderEliminar