segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Companheira De Caça

Nem sabes o quanto preciso
De uma companheira de caça
Para ter sempre ao meu flanco
E encher-me com a sua graça

Pois caçar sozinho é exaustivo
Quando não partilhas o mesmo trilho
Com outro caçador furtivo
E tens de ter sempre o dedo no gatilho

Quando a noite cai, densa e escura
E os predadores andam à mostra
E tu não tens quem te acuda
Nem quem te cubra as costas

Quando olhas para o céu e está vazio
E nele não brilha nenhuma estrela
E o velho que vendia cães, sorriu
- Não, Tu precisas é d'uma cadela

Blackiezato Ravenspawn

Sem comentários:

Enviar um comentário