segunda-feira, 19 de junho de 2017

Solidão Perpétua (Nas Cascatas Do Limbo)

Eu só queria mergulhar no vazio
Num lugar onde possa estar sozinho
Com vista apenas para o abismo
Onde se juntam as cascatas do limbo

Por favor, vai-te embora!
E deixa-me na minha sonolência
Não percebes? Dá-me uma hora!
De absoluta inexistência

Deixa-me ir com as estrelas
E libertar-me deste desassossego
Deixa-me seguir a corrente delas
Para dentro do buraco negro

Pois, eu quero sentir-me vaporizado
Completamente fora de mim
E livrar-me deste corpo cansado
Sem animação, pesado e ennui

Mas, a cada vez que acordo
O sol tortura-me uma vez mais
É um transtorno, é um incómodo
Pois os dias... São todos iguais

E ela não me deixa aparte
Pois, Eu fui feito para sofrer
Então, que assim sofra com arte
Da apatia, de viver

Mas, É complicado de aceitar
Porque quanto mais a nego
Mais difícil se torna de lidar
E é por isso qu'Eu a deixo

Ela ficar...

Para me relembrar...

Que não há como escapar

À Solidão Perpétua.

Blackiezato Ravenspawn

Vazio

No eterno vazio...
Eu estou preso no limbo
E não consigo sair
Deste abismo, sozinho

Na minha cabeça...
Eu tranquei-me e perdi a chave
E agora jazo na incerteza
Pois, a porta não abre

No meu quarto...
Eu sonhei por passatempo
Para fugir ao aborrecimento
Embora continue estagnado

Então, abri as janelas d'alma
Para ela arejar
E o silêncio de novo se instala
E o vazio volta a entrar

Blackiezato Ravenspawn

Canção Da Rejeição

Eu queria um lugar no teu coração
Mas, Tu. Tu disseste que não.
Então, decide escrever esta canção
Do fracasso, da rejeição

Eu amei, Eu sonhei
Eu desejei, Eu tentei
Mas, não te preocupes
Não te desculpes

Pois, Eu não paguei, Eu não paguei...
Porque o amor é de graça
Só me encantei, só me magoei
Mas, isso... Isso, logo passa

Não há mais nada que falar
Obrigado por me aturares
Esta lembrança é para me recordar
E te agradecer por me rejeitares

Blackiezato Ravenspawn

Wanderlust (O Desejo De Viajar Dentro De Ti)

"Eu sempre gostei de viajar"
Afinal de contas - quem não gosta?!
De olhar além do mar
E ver de longe, outra costa

Mas, Eu nunca tive grande ambição
De ir atrás de um fim
E assim aprendi com a minha imaginação
A viajar mais, dentro de mim

Embora, isso mude quando te fito
Apesar de não te revelar
Com medo que o meu jeito esquisito
Me difame e não me deixe entrar

E Eu acabe nas mãos d'uma sorte
Invés das mãos, de quem Eu sempre quis...

E é por isso qu'Eu não ligo nem trato de passaportes
Porque não existe algum... Que me deixe viajar dentro de ti...

Blackiezato Ravenspawn

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Druidas

Se vos parecer impossível
Coexistir com a humanidade
E notarem que é muito difícil
Lidar com a sua maldade...
Fujam para o mato e esperem pela morte

Eu podia sucumbir à misantropia
Mas, não sucumbo por sei que há algo mais
Além destas rotinas do dia-à-dia
Que reguem a maior parte destes mortais...
Que lançam as suas vidas na roda da sorte

Ó, Druidas da nobre floresta
Meus caros eremitas, meus ex-cidadãos
Vinde até mim para dar-mos uma festa
E dançarmos como pagãos...
Para os lobos que uivam a norte

Eu preciso hoje da vossa presença
Por isso, vinde por essas ruas
Que vos trazem até à natureza
Onde se mostra, bela, a Luna
No seu esplendor, brilhando enorme

E levantai esses cajados sacros
Diante do grande carvalho
Para serem devidamente acariciados
Pela vossa dedicação, pelo vosso trabalho...
E essa vontade pura e forte

Blackiezato Ravenspawn

Teen Angst (Lembra-te De Mim)

Ensopado em frustração
Emerso no teu pranto
Aí, sentado no chão
Encostado ao canto

Nas mãos do horror
Que te fazem depenar
Porque, Tu és uma linda flor
Quando estás a murchar

Então, respira fundo
E deixa o ar fluir
Esquece tudo, esquece o mundo
E deixa de sentir

Mas, não percas a plenitude
Nem o fogo que te corre no sangue
Essa chama viva da juventude
Que outrora ardia, ó teen angst

Desperta desse casulo, ó borboleta
Como fazes na flauta em si bemol
Mas, não te esqueças que asas de cera
Acabam conflagradas pelo sol

E caso assim caíres em desgraça
E acordares no chão de novo ruim
Envolto nessa realidade crua e baça,
Não desesperes. Lembra-te de Mim

Blackiezato Ravenspawn