sábado, 19 de agosto de 2017

"Milton Come A Sopa"

Hoje, lembrei-me dos dias qu'Eu era miúdo
E não gostava de ervilhas, nem de sopa.
Embora a minha mãe me obrigasse a comer tudo
Caso contrário, ficava louca - Milton come a sopa!

E havia vezes qu'Eu teimava e fazia birra,
Misturada com confusão e chantagem.
Mas, a minha mãe ainda mais teimosa não cedia,
À minha falta de respeito, à minha "bandidagem".

Mas, claro que também havia dias,
Qu'ela me presenteava com uma surpresa.
E logo sem castigo, eu enchia a barriga
Para comer logo a sobremesa.

E era batendo palamas contente,
Dizendo - Mãe, mãe. Já acabei!
Qu'Ela me respondia sorridente
-Tem calma filho, já sei, já sei.

E foi hoje, ao comer outra sopa nas calmas,
Como já o faço, à dias, afim.
Qu'Eu ouvi alguém bater palmas
Tal e qual fazia a criança, que tinha dentro de mim.

E parecia-me satisfeita.
Da mesma maneira...
Que Outrora...
Eu fui. E estive.

Blackiezato Ravenspawn